segunda-feira, 1 de junho de 2015

O que é o amor?

O Beijo (Le Baiser, 1969) de Pablo Picasso

Afinal, o que é o amor? Perguntaram-me isso há pouco, na rua, por ocasião de um lançamento de livro e não tive dúvidas quanto à resposta. O amor é nuvem (Bukowski disse cão dos infernos, mas vendo aqueles olhos marejados não quis ser tão realista). Ela olhou para o céu, para mim e ficou um pouco mareada com a resposta. Logo em seguida continuou - Como o amor pode ser nuvem se nem ao menos consigo alcançá-la? Se não sei o seu gosto. O seu cheiro. A sua forma. Se não sei como surge ou desaparece? Você é louco, como o amor pode ser tal coisa? Como pode comparar o sublime dos sentimentos à uma simplória coisa sem expressão?, - falou ainda indignada.

Apenas escutava, com um pouco de angústia, é verdade, imaginava o que poderia vir depois dali.

Não deu outra.

Foi quando ela esbravejou que para uma coisa ser amor de verdade, (nunca vi amor de mentira) tinha que tocá-la, emocioná-la, surpreendê-la, tinha que ser grandiosa a tal ponto de ela não saber o que fazer.

A chuva caiu como pedra sobre nós.


Ela, já correndo, sem saber para onde ir, na tentativa de se abrigar do amor que caía e escorria pelo bueiro, digo, da chuva, ainda perguntou baixinho, meio envergonhada – e a paixão? O relâmpago foi tão rápido e o trovão tão ensurdecedor que não precisei responder. 

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...